PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL- Santana do Ipanema - quarta, 13 de dezembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
10/08/2017 - 09h 45min
Educação

Campanha educativa de prevenção à violência recebe mil livros para doação

Campanha terá início no mês de setembro, quando as equipes técnicas irão nas escolas públicas para conscientizar as crianças (Fotos: Ascom/Seprev)
Por Victor Brasil - Agência Alagoas

Com o tema ?Armas para quê? Eu quero é ler?, ação visa estimular a troca de armas de brinquedo por livros educativos

A Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) recebeu, nesta quarta-feira (9), uma doação de 1 mil livros educativos que serão utilizados durante a campanha de conscientização sobre o uso de armas de brinquedo. A iniciativa é uma parceria com a Fundação Educar DPaschoal, que realizou a doação dos materiais didáticos.

Com o tema Armas para quê? Eu quero é ler, a iniciativa visa estimular a não utilização de brinquedos que simulem qualquer tipo de violência por crianças e adolescentes.

De acordo com o gerente de Estratégias de Prevenção à Violência da Seprev, Thomas Arthur, a parceria com a Fundação Educar DPaschoal está sendo de fundamental importância para o desenvolvimento da campanha. ?Receber estes livros de uma forma totalmente gratuita, além de estimular para a continuidade do projeto, está fazendo com que o Estado economize custos e possa investir o recurso em outras frentes importantes para a prevenção da violência?, disse.

A campanha terá início no mês de setembro, quando as equipes técnicas irão nas escolas públicas para conscientizar as crianças sobre os riscos de brincadeiras que lembram a violência e a importância de trocar estes brinquedos por livros educativos.

?A campanha deverá incentivar um comportamento pacífico nas ações da sociedade, principalmente na resolução de problemas a partir de pequenas atitudes, como a troca de brinquedos que estimulem a violência por livros ou outros brinquedos de caráter que estimulem a criatividade e o diálogo?, enfatizou Thomas Arthur.

   Comentários
Nome *
E-mail *
* Campos obrigatórios  
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000
CAPTCHA Image
Digite o código de segurança da imagem acima: Obter outra imagem
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados