Santana do Ipanema - quinta, 22 de junho de 2017
  Literatura
Contos
Crônicas
Destaque Literário
Escritores
Espaço do Leitor
Histórias Engraçadas
Marcas do Passado
Não Tropeçe na Língua
Outras Peças Literárias
Poemas
Poesias
Reflexões
Versos e Prosas

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Crônicas
12/04/2017
INCENTIVO
Por Lúcia Nobre


Ele tem o dom de ressuscitar, reativar, acima de tudo alicerçar os poetas santanenses. Desde algum tempo, temos o privilégio de mostrar nossos feitos literários ao nosso querido conterrâneo. Malta surgiu junto com o valioso meio de comunicação, a internet. E logo começou convidar algumas pessoas da cidade que estavam sumidas. Assim, trouxe o jornalista e escritor santanense José Marques de Melo, para o santanense, José Melo. Falou para todos, da importância que o jornalista tem para o Brasil e até para outros países. Conseguiu a sua presença em Santana e lhe ofereceu grande homenagem, com a presença dos santanenses. Daí, José Melo se entusiasmou e organizou o Sertão Glocal: “Um mar de ideias brota às margens do Ipanema”. Organizado por José Marques de Melo e Rossana Gaia. Livro que reuniu os escritores de Santana do Ipanema. Cada escritor ressaltou sua cidade de sua maneira peculiar. Sertão Glocal foi editado pela editora da Universidade Federal de Alagoas EDUFAL. Malta também reconheceu a escritora Luitgarde Cavalcanti Barros que era desconhecia em sua terra. José Malta Neto tornou-se representante da cultura da terra. Outros santanenses, a algum tempo ausentes, com o seu chamado virão fazer parte do convívio dos que representam nossa literatura. A exemplo de José Geraldo Marques.

Podemos dizer que os escritores de Santana tomaram alma nova com a ajuda e incentivo do santanense perspicaz e do Portal Maltanet sob sua direção. Tanto que pertencemos a uma Academia de Letras. Da minha parte, reconheço que o incentivo é muito importante para cada um dos escritores. Do contrário, como seríamos tão reconhecidos? Santana do Ipanema, cidade do sertão das Alagoas habita escritores da Academia Santanense de Letras e Artes. Já alertou a escritora santanense Maria do Socorro Ricardo que Santana é a terra dos escritores. Assim cumprimos. Sempre que escrevemos, temos a certeza que seremos lidos por nossos conterrâneos. Isto nos dá a vontade de continuar. Sentimos que somos respeitados. Gratificante, quando nossos escritos são estudados por jovens e crianças das escolas da cidade. Para mim, é o maior ouro que poderia receber. José Malta Neto, nunca desanime. Não desista de nos apoiar e incentivar. Ao mesmo tempo, agradeço a todos que perpetram nossos sonhos e nos ajudam a continuar com o que sempre foi desejado por qualquer escritor. Ser reconhecido em sua cidade. Já disse Tolstoi: “Se queres ser universal, começa por pintar tua aldeia”. Creio que assim fazemos. Colocamos nossa alma nas coisas de nossa querida cidade e a pintamos da maneira de cada um. Cada amante da literatura declama seu povo e sua terra com amor. É por isso que desejamos continuar com o reconhecimento daqueles que também são valores de Santana do rio Ipanema das terras das Alagoas.
 
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados