Santana do Ipanema - domingo, 25 de fevereiro de 2018

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Pe. José Neto de França
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

07/04/2017
CRIANÇAS E ADOLESCENTES NÃO SÃO ADULTOS: RESPEITE-OS!
 
Atualizando-me através da rede mundial, internet, já que na mesma há um universo de informações em tempo real ou não que, se bem filtradas, é um grande bem para muitos internautas, encontrei uma postagem sobre uma campanha intitulada “criança não namora” atribuída a sociedade de psicólogos juntamente com o Conselho tutelar. O texto curto, direto, facilmente compreensível diz:


“A Criança se relaciona com os amiguinhos e eles são simplesmente amigos. Amizade é o nome. Insistir em namoro na infância é adultizar as crianças, incentivar a erotização precoce. A indústria de brinquedos, roupas e cosméticos já investe tanto na adultização infantil! Não vamos fazer o mesmo. Não é engraçadinho incentivar beijinhos de namoro ou declarações de amor entre as crianças. É nosso papel separar o mundo adulto do mundo infantil. Misturar os dois mundos é cair no erro da erotização precoce. A infância precisa de proteção e não de adultos que afastam a criança daquilo que é próprio para a idade dela. Ajudem-nos a conscientizar os pais e responsáveis!”


Como sacerdote e diretor da Casa do Menor São Miguel Arcanjo, unidade de Santana do Ipanema/AL, instituição que trabalha com menor de risco, não poderia deixar de expressar minha opinião a respeito do problema em questão. Inclusive, falo não somente em relação a criança, mas também ao adolescente.


Despertar e incentivar a erotização ou adultização da criança e do adolescente é violentá-los no seu direito de viver naturalmente essas fases, que a meu ver são as mais importantes de sua vida.


De fato, criança deve comportar-se como criança, brincar como criança, viver como criança. Idem para o adolescente. Cabe aos pais, responsáveis, educadores, observar e respeitar esses direitos naturais inerentes às crianças e adolescentes, sob o risco de influenciarem, mudar erroneamente o rumo de muitas vidas, sacrificando-as, colaborando para que estas possam tomar um rumo totalmente adverso ao que naturalmente deveriam tomar.


Não se pode, jamais, antecipar comportamentos alheios a cada etapa da vida. Não se pode esquecer de que, em grande parte, o adulto de amanhã é o produto do que se vive no hoje da vida.


A personalidade, os gostos, o interesse natural e o respeito pela vida e pelo outro, a criatividade, a perseverança no que se busca, as tendências... são desenvolvidas mais fortemente nessas etapas. “Queimar” etapas, como afirmei, é violentar, desrespeitar a criança e ao adolescente...


Podemos entrar no mundo das crianças e adolescentes sim, não para pervertê-los ou para antecipar a entrada/permanência deles em nosso mundo, prejudicando seus desenvolvimentos, fazendo-os viver uma espécie de “sincretismo existencial”, mas para ajuda-los a passar por suas fases da vida sem traumas.


Conforme afirmei no título desse texto, crianças e adolescentes não são adultos, respeite-os!

Últimas publicações
- VOCE SE CONSIDERA UMA PESSOA MEDROSA?
- O HOMEM DIANTE DA MORTE
- SANTA MISSA NÃO É ENTRETENIMENTO
Colunistas
Antonio Machado
CENTENÁRIO DE CARTOLA
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Fabulosa
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
O LIVRO DO GUERREIRO
Fábio Campos
CINZA: COR OU ELEMENTO QUÍMICO?
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
TECLADISTA, PIANISTA E ORGANISTA - PARTE I - O PIANISTA
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Fontes
NÔ PEDROSA
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
BRAÇOS DE MÃE
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Acione o limpador
Paiva Netto
Reflexão de Boa Vontade: Igualdade de gênero e erradicação da pobreza1
Pe. José Neto de França
VOCE SE CONSIDERA UMA PESSOA MEDROSA?
Pedro Cardoso Costa
ABRAÇO DE AFOGADOS
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
TAMBORIM

Últimas Atualizações
Reflexão de Boa Vontade: Igualdade de gênero e erradicação da pobreza1
CINZA: COR OU ELEMENTO QUÍMICO?
Reflexão de Boa Vontade: Oração, trabalho e Paz
 
© 2001/2018 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados