Santana do Ipanema - quarta, 22 de novembro de 2017

  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Luciene Amaral da Silva
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

04/07/2017
A GRANDEZA DO PROFUNDO
 
Levei-a ao banho, de repente aquela água descia pelo seu corpinho frágil, molhando seus negros cabelos cacheados e com sua ingenuidade sabia sentir o prazer da água lavar todo seu corpinho, fazia o que há muito tempo deixei de fazer, sentir a água lavar até a alma.

Ao sair do banho, com uma satisfação imensa de não apenas ter tomado banho, mas ter tomado banho comigo, descobri que podia ter tempo para estar com ela desde a mais singela coisa, até o ninar do seu belo sono, olhou-me e disse que estava com frio.

Trêmula, não sei se de frio ou de amor, pediu-me que a aquecesse bem forte que o frio estava grande demais, e ao abraçá-la com todo meu calor, um calor que partia do coração em direção ao seu, tentava aquecê-la.

De repente, em um tenro silêncio, olhou para mim e enxergou a minha alma, e sentindo meu coração pulsar bem próximo ao seu, disse "como é bom ter mãe".

Aquilo ultrapassou os céus, chegou na profundeza da grandiosidade divina e mostrou-me de que somos feitos, de puro amor. Verdade, minha pequena manifestação divina na terra, como é bom ter mãe, como é divino ser mãe.

Queria naquele momento te agarrar para sempre e nunca mais te soltar, nem permitir que nada de mal pudesse te acontecer, guardar-te-ia em meu ventre materno, bem próximo ao coração para te proteger.

Mas como assim não posso, vou guardar em minha alma a imensidão do teu amor por mim, que a todo dia repente sem cansar "se joga mãe todinha em mim". Sim, meu amor, me jogarei de corpo e alma em ti, mergulharei em tuas doces palavras e delas tirarei a força para viver em eterna gratidão a Deus por ter te conhecido nesta vida e por Ele ter me mostrado que teu amor me salva a cada dia que volto da minha vida.

Amo você do fundo da minha alma, e quero todos os dias viver intensamente com você tudo que você me ensina, pois quando você nasceu como filha eu nasci como mãe.

Boa noite meu anjinho e como você aprendeu a rezar "guiai-me Jesus para o caminho do bem, que eu seja um bom aluno e um bom filho também".


Últimas publicações
- DETALHES
- A GRANDEZA DO PROFUNDO
- O DESAFIO DO CUIDADO
Colunistas
Antonio Machado
DO LIXO AO LUXO
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Fabulosa
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
COLEGA, GOZADOR, POLIGLOTA
Fábio Campos
QUEM É ESTA MULHER?
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Fontes
SERTÃO EM FLOR
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
DETALHES
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Desabrochando pra vida!
Paiva Netto
Doe sangue
Pe. José Neto de França
VOCE SE CONSIDERA UMA PESSOA MEDROSA?
Pedro Cardoso Costa
ABRAÇO DE AFOGADOS
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
TAMBORIM

Últimas Atualizações
Doe sangue
DO LIXO AO LUXO
Lincoln, o prego e o reino
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados