Santana do Ipanema - sexta, 21 de julho de 2017
  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Luciene Amaral da Silva
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

15/07/2017
DETALHES
 
Todos os dias passo defronte a praça da matriz de senhora Santana, com mais de dez anos, em média de duas a quatro vezes por dia e como sempre ando atrasada, pra deixar filha na escola, para resolver coisas antes de iniciar o trabalho e para ir trabalhar, nunca a percebi.

Não tinha tempo de olhar para o “céu”, não dava para ver os detalhes, aqueles que fazem a diferença e compõem a essência da vida, parece que nunca reparamos nos detalhes, deve ser por isso que vivemos procurando ora o sentindo da vida, ora a felicidade e não vamos encontrar enquanto não olharmos para o “céu”, para vermos os detalhes.

No entanto, ela não desistiu de mim, tentou de diversas formas chamarem minha atenção, primeiro deixou suas flores amarelas caírem ao chão, depois derrubou todas as suas folhas cobrindo de verde a calçada por onde passava, diziam que era um ciclo “normal”, mas eu sabia que ela queria que eu a notasse.

Até que um dia, próximo do meio dia, o trânsito estava bem lento ao nas proximidades da praça, então um carro enorme parado próximo a praça despertava a atenção de todos que passavam por perto, estavam podando a grandiosa árvore frondosa da praça da matriz e assim ela conseguiu minha atenção.

E olhei para o céu, como ela era gigante, imponente reinando em meio ao agitado comércio da cidade, precisou perder parte de si para que eu pudesse ver sua majestade em meio aos minúsculos humanos que precisam aprender o que é ser humano.

Que árvore grandiosa, ela não so despertou minha atenção, como me vez ver que precisou dez anos para reparar para quem de fato a vida existe, para a natureza e nós como parte dela, somos os únicos seres que não sabemos viver.

Repare nos detalhes, as vezes eles estão a décadas tentando fazer com que você realmente veja o que é importante e pelo que vale a pena viver, se não vamos passar a vida toda procurando algo que está do nosso lado desde o dia que nascemos.

Quando se procura no lugar errado nos encontraremos com a decepção, a frustração e que não sabe o que deve procurar nunca vai encontrar aquilo que lhe pertence. Olhe os detalhes, não se perca, cuide de sim, veja o que te faz bem e agarre-se a isso. A saúde corporal está mais ligada a saúde emocional que possamos imaginar. Coração feliz não morre, descansa.


Últimas publicações
- DETALHES
- A GRANDEZA DO PROFUNDO
- O DESAFIO DO CUIDADO
Colunistas
Antonio Machado
AS SERRAS ESTÃO “CACHIMBANDO”
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Fabulosa
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
A FANFARRA DO DIRETOR
Fábio Campos
‘DESPACITO’ E SEMPRE!
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Neto
FRANCISCO JOSÉ, 40 ANOS NO AR
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
DETALHES
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Três amores
Paiva Netto
Saber querer, de acordo com Jesus
Pe. José Neto de França
ABORTO: A VIDA GERADA NO VENTRE DA MULHER NÃO É UM APÊNDICE
Pedro Cardoso Costa
ABRAÇO DE AFOGADOS
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
E dois anos se passaram...

Últimas Atualizações
ABRAÇO DE AFOGADOS
AS SERRAS ESTÃO “CACHIMBANDO”
A FANFARRA DO DIRETOR
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados