Santana do Ipanema - sábado, 25 de fevereiro de 2017
  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Luciene Amaral da Silva
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

20/12/2016
A INVENÇÃO DOS CONFLITOS
 
Será que conseguiríamos viver sem a invenção dos nossos conflitos?
Será que saberíamos viver no equilíbrio, nem sem problemas demais, nem com muitos problemas?
Saberíamos viver em paz conosco?

Grande parte, ou todos, os nossos conflitos ou foram criados por nós mediante as diversas situações vivenciadas ou simplesmente fruto das nossas carências.

Se perguntássemos a nós mesmos o que dos nossos conflitos e problemas são reais ou invenções, acredito que nos assustaríamos ao ver que a invenção ainda predomina em nossa vida.

Isso não significa dizer que conflitos e problemas não existam, mas o quanto nós dimensionamos deles é que faz com que nossa vida seja cheia de tormentos.

Os fatos, os conflitos, os problemas acontecem, no entanto, cabe a mim medir o quanto de sentimento vou entregar a eles.

Buscar a paz interior não significa não ter problema, não ter conflitos, buscar a paz é reduzir a ansiedade que foi conceituada como excesso de futuro, é buscar no que é simples e verdadeiro o que pode nos trazer a paz.

Conflitos inventados são fáceis de serem resolvidos, no entanto, nem sempre conseguimos resolver sozinhos, em muitos casos, faz-se necessário ajuda profissional, ou busca de algo que de uma forma ou de outra possa nos ajudar.

Não dá para desperdiçar uma vida inteira mergulhada em conflitos, problemas que não nos constroi. Precisamos buscar paz interior para poder sentir a felicidade.



Últimas publicações
- A INVENÇÃO DOS CONFLITOS
- Como aprender a viver
- Que seja doce como uma criança
Colunistas
Antonio Machado
A FALA DO SOBRADO
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Coisa de pele! Imagine!
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
BICHOS, COMPANHEIROS E AMIGOS - I
Fábio Campos
VOCÊ TEM UM “BUJO”? DIZEM QUE ELE FAZ BEM PRA SAÚDE!
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
TEM "TUDO A VER" COM VOCÊ
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Neto
ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
A INVENÇÃO DOS CONFLITOS
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Três amores
Paiva Netto
Efeito social da prece
Pe. José Neto de França
DEUS, A FAMÍLIA, O LAR E O HOMEM
Pedro Cardoso Costa
MODERNIDADE NECESSÁRIA NO JUDICIÁRIO
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
E dois anos se passaram...

Últimas Atualizações
DEUS, A FAMÍLIA, O LAR E O HOMEM
VOCÊ TEM UM “BUJO”? DIZEM QUE ELE FAZ BEM PRA SAÚDE!
A FALA DO SOBRADO
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados