Santana do Ipanema - sexta, 21 de julho de 2017
  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
Djalma Carvalho
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

17/07/2017
A FANFARRA DO DIRETOR
 
Djalma de Melo Carvalho
Membro da Academia Santanense de Letras, Ciências e Artes

Há poucos dias, meu irmão Ademir esteve em Jacaré dos Homens e lá se encontrou com Valdir Cajé, seu ex-colega ginasiano do final da década de 1960, em Santana do Ipanema.
Sempre que os dois se encontram, entre conversas e brindes de doses de destilados, afloram relembranças de travessuras do tempo de alunos do Ginásio Santana, praticadas em companhia de outros colegas contemporâneos, igualmente engenhosos na prática de molecagens no âmbito do educandário.
Valdir Cajé já exerceu o cargo de prefeito de sua cidade natal e continua sendo influente líder político no seu município e em outros municípios da região. É pessoa muito querida, agropecuarista bem-sucedido e filho de tradicional família da cidade de Jacaré dos Homens.
Relembrar fatos marcantes da juventude é manifestação seguramente saudável, sobretudo quando velhos amigos se encontram. Ontem, adolescentes traquinas; hoje, sessentões realizados na vida.
Por essa época, Dr. Francisco Pinheiro Tavares era juiz de direito em Santana do Ipanema. Magistrado de muitos amigos, ele acompanhou o dia a dia da cidade, certamente sensibilizado com os anseios da comunidade santanense. Tanto que se tornou diretor do Ginásio Santana e associado do Lions Clube local.
Como diretor, Dr. Tavares pretendeu criar uma banda fanfarra, composta de alunos do educandário, formando-a, caprichosamente, para o desfile cívico de sete de setembro que se aproximava. Como providência preliminar, encarregou Valdir Cajé, aluno que exercia certa liderança em sala de aula, para convocar colegas seus para a composição da futura banda fanfarra. Valdir deveria retornar, com brevidade, ao diretor com o nome dos selecionados. Tempo suficiente ainda haveria para a aquisição de instrumentos, realização de ensaios e tudo mais que fosse necessário.
Não demorou muito tempo, e eis Valdir Cajé com a relação dos escolhidos. Nela incluíra seus amigos mais chegados, entre outros, Ademir, Mário Jorge e Zé Ormindo, que nada entendiam de instrumentos musicais, tampouco de caixa-clara, tarol, tambor, etc. Além do mais, eram todos eles conhecidos no colégio como traquinas, travessos.
Ao receber, afinal, a relação, Dr. Tavares leu-a, releu-a e examinou nome por nome. Com cara de mal-humorado e de insatisfeito, devolveu a relação a Valdir Cajé, dizendo: “Com esses elementos, não!”
Não me lembro se o sonho da fanfarra se realizou.

Maceió, junho de 2017.


Últimas publicações
- A FANFARRA DO DIRETOR
- O CARONA
- A MENINA DO PASSO
Colunistas
Antonio Machado
AS SERRAS ESTÃO “CACHIMBANDO”
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Fabulosa
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
A FANFARRA DO DIRETOR
Fábio Campos
‘DESPACITO’ E SEMPRE!
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Neto
FRANCISCO JOSÉ, 40 ANOS NO AR
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
DETALHES
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Três amores
Paiva Netto
Saber querer, de acordo com Jesus
Pe. José Neto de França
ABORTO: A VIDA GERADA NO VENTRE DA MULHER NÃO É UM APÊNDICE
Pedro Cardoso Costa
ABRAÇO DE AFOGADOS
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
E dois anos se passaram...

Últimas Atualizações
ABRAÇO DE AFOGADOS
AS SERRAS ESTÃO “CACHIMBANDO”
A FANFARRA DO DIRETOR
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados