Santana do Ipanema - sexta, 26 de maio de 2017
  Informação
Assistência Social
Cultura
Curiosidades
Economia
Educação
Entrevistas
Esportes
Geral
Moda & Beleza
Opinião
Polícia
Política
Religião
Saúde
Sexualidade
Turismo
Vídeos
  Especiais
Canal do Sertão
Especiais de Domingo
  Serviço
Documentários
Eventos
Galeria de Fotos
Guia de Negócios
Literatura
Shows e Festas
  Interativo
Fale Conosco
Mural de Recados
Rádio Portal Maltanet
Webmail
 
José Ailson Ferreira Leite
Conheça o colunista Fale com o colunista
 

16/04/2017
ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
 
CRISTO RESSUSCITOU! VENCEU A MORTE!

Sim, muitos discutem sobre qual verdadeiramente é o dia do Senhor, se é o Sábado ou o Domingo, então vamos buscar uma rápida compreensão, no livro do velho testamento existem alguns trechos citando o dia de sábado como "O dia do Senhor" baseando-se no livro do Gênesis que diz que Deus criou o mundo em seis dias e no sétimo ele descansou, pois bem, observem também que no evangelho da paixão diz que "Os Judeus queriam evitar que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque aquele sábado era dia de festa solene", e até hoje assim até hoje é para os Judeus.

Veja porque em algumas religiões guardam o sábado como o dia do Senhor. A páscoa Judaica foi uma festa criada na época de Moisés, em comemoração a libertação do povo de Israel escravizado no Egito, essa festa acontece 163 dias antes do ano novo Judaico, dia de Páscoa para eles, é um dia de fartura total na mesa, com um cordeiro assado, pães ázimos e ervas amargas, o cordeiro para relembrar o sacrifício do cordeiro do antigo testamento, o pão ázimo surgiu pela falta de tempo para fermentar a massa, e acabou virando um alimento tradicional, e erva amarga, que serviu de alimento para o povo Hebreu durante a fuga do Egito.

A Páscoa Cristã por certo ponto de vista chega a parecer um pouco com a páscoa judaica, o que muda é que a páscoa cristã tem a origem a partir do dia da morte de Jesus, que antes de morrer Jesus antecipou que seria perseguido, crucificado e morto, e em três dias ressuscitaria, e assim aconteceu, Jesus morreu na tarde de sexta feira, e ressuscitou na madrugada (ninguém sabe ao certo a hora) de domingo.

A Páscoa Cristã, celebra de uma maneira muito respeitosa e particular, tem uma preparação especial para a páscoa de Jesus sendo dividida em duas partes, a primeira parte como dito a pouco é a pregação propriamente dita, quatro dias antes do tríduo pascal, com a celebração do domingo de ramos, a segunda feira santa, a terça feira santa e a quarta feira do encontro, na outra metade acontece o tríduo pascal, como o próprio nome sugere os três dias de preparação para a páscoa de Jesus, inicia-se com a quinta feira santa, com a celebração da missa do crisma, onde se celebra a instituição do sacerdócio, e a missa da ceia do Senhor, e o lava pés, celebrando a instituição da eucaristia e do novo mandamento "Amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei" na sexta feira a paixão, crucifixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, e no sábado a grande Vigília pascal celebrando a vitória de Cristo sobre a morte, encerrando-se assim no domingo com a grande festa da Páscoa de Jesus.

Antecipando a páscoa existem algumas restrições de alimentos, durante os sete dias contando do domingo de ramos até o sábado santo, é restrito qualquer tipo de carne animal, seja qual for a espécie, liberando somente frutos do mar como peixes ou crustáceos, porém no domingo de páscoa, os cristãos assim como os Judeus costumam celebrar a páscoa em família, porém com um banquete muito diferente, cada um celebra ao seu gosto, com pratos ao seu gosto particular, comidas de todos os tipos, vinho, ou outras bebidas.

Uma coisa particular, que não tem nada haver com a páscoa cristã são os ovos de chocolate, os cristãos primitivos foram os primeiros a ter o costume de presentear os outros com ovos decorados, porém não eram de chocolate, eram ocos e decorados com as mais diversas esculturas, e com o passar do tempo acabaram virando ovos de chocolate, e mais tarde, alguém atribuiu os ovos de chocolate ao coelho, não porque o coelho pusesse ovos, mas sim por ser um símbolo de fertilidade, símbolo da vida, na verdade o coelho da páscoa e os ovos de chocolate, se tratam muito mais do que um símbolo comercial, do que cristã, pois bem, a páscoa cristã é Jesus, coelho da páscoa e ovos de chocolate são apenas coisas que o comércio usa para fazer a alegria da criançada.

Mas caros leitores, fazendo uma passagem pelo evangelho de hoje, que fala sobre a ressurreição de Jesus, veremos que Maria Madalena, Pedro e outro discípulo são as primeiras pessoas a presenciarem a ressurreição de Jesus, sendo que o outro discípulo além de Pedro é o único a acreditar naquele mesmo momento, Pedro demora um pouco mais a acreditar, e Maria Madalena se desespera ao ver que o corpo do Senhor não mais está no sepulcro, em outra parte do evangelho diz que ela chega a achar que raptaram ou sequestraram o corpo de Jesus, como se isso fosse fácil em meio ao grande exército que Pilatos destinou a vigiar o túmulo, desespero esse em que ela ficou de frente com Jesus e o confundiu com o jardineiro.

Usemos a reflexão deste evangelho como prática real na nossa vida, não façamos como Pedro e Madalena, nunca esqueçamos ou possamos duvidar das palavras de Jesus, acreditemos na sua ressurreição esperando também nós ressuscitarmos um dia com ele, que tenhamos nossa fé acesa, assim como a chama do círio pascal e das velas as quais foram acesas e refeitas as promessas do batismo durante a vigília, a essência de Cristo para nós é a ressurreição, porém nunca devemos esquecer que a ressurreição não existiria sem a cruz, a cruz, símbolo de crueldade, dor, sofrimento e morte, se tornou o símbolo da vitória pela morte de Jesus, basta olhar para a mão esquerda da imagem do Cristo Ressuscitado que você irá ver uma cruz com uma bandeira, claro que essa bandeira é apenas um símbolo, mas o significado dela está na mão de quem a carrega.

Quando surgir o nosso horto das oliveiras, que nos angustiarmos, quando surgir nossa via crucis, e formos flagelados por nossas aflições, quando surgir um calvário e por várias vezes você cair por não suportar o peso da cruz e não tiver um sirineu para ajudar a carregá-la, faça como Jesus, acredite no que Deus te preparou, não se desespere, não fuja, não troque sua fé por uma fé falsa, mantenham-se firme e forte, enfrente todos os seus desafios e problemas como o próprio Cristo enfrentou, mostrando apenas a verdade, seguindo os mesmos passos de Jesus, é jamais se amedronte, pois assim como a vitória de Jesus, a nossa vitória será certa, assim o próprio Jesus nos garantiu ainda antes de morrer.

Aqui me despeço das matérias especiais da Semana Santa agradecendo a Deus primeiramente, pois sem ele nada disso jamais seria possível, a minha família, em especial a minha esposa por estar comigo e me ajudar nos momentos mais difíceis, aos meus amigos da vida real e da vida virtual, e também em especial aos leitores, eles que são a razão de estar aqui, a todos que leram as matérias e mandaram muitas mensagens positivas, mensagens de otimismo, também mensagens de saudades, também de sugestões e críticas que me serviram, e me servirão de aprendizado e estímulo para melhorar cada vez mais o conteúdo das matérias de cada dia, não tive como ler todos os zaps que me mandaram, mas desde já agradeço demais a cada um deles, também aqueles os quais me solicitaram matérias sobre liturgia, e celebrações da igreja católica, de modo muito particular ao Professor Fábio Campos, que vocês continuem acompanhando não só as minhas colunas, mas as de todos os colunistas do portal maltanet, pois todos se empenham ao máximo em levar pra você o melhor conteúdo de entretenimento, saúde, trabalho, evangelização, dia a dia, música e muito mais, em especial ainda agradeço também ao dono, diretor chefe e redator deste site José Malta Neto, por ter dado a abertura e ter confiado plenamente no meu trabalho, ao quão guardo também um imenso carinho e respeito pelo grande escritor que ele é, espero que tenham gostado desse especial, me empenhei ao máximo em trazer textos claros e acentuados para a compreensão de vocês, porém sou humano e posso ter falho em alguma coisa, por fim aviso que na proxima semana estou de volta a coluna sobre musica.

Ailson Leitte Musico, Multi-instrumentista, interprete, produtor musical, regente e colunista.

Últimas publicações
- ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
- ESPECIAL SEMANA SANTA - SÁBADO SANTO ou SÁBADO DE ALELUIA
- ESPECIAL SEMANA SANTA - SEXTA FEIRA SANTA - PAIXÃO DO SENHOR
Colunistas
Antonio Machado
O PAVÃO IMPONENTE
Archimedes Marques
DELEGADO ARCHIMEDES CONTRA O MATA SETE
Augusto Ferreira
Solidariedade começa com pequenos gestos
Carlindo de Lira
INTERIORIZAÇÃO versus METROPOLIZAÇÃO
Carlito Lima
SOCORRINHO
Cicero de Souza Sobrinho (Prof. Juca)
Fabulosa
Clerisvaldo B. Chagas
Resposta Benigna a Machado
Djalma Carvalho
ENSINANDO E APRENDENDO
Fábio Campos
BELCHIOR: DEIXOU-NOS O NOSSO REI MAGO.
João do Mato
O QUE É UM PROBLEMÃO PODE TORNAR-SE UMA SOLUÇÃO
Joaquim José Oliveira Chagas
RETALHOS DE UM PAÍS
José Ailson Ferreira Leite
ESPECIAL SEMANA SANTA - DOMINGO DE PÁSCOA
José Antônio (Toninho)
Cirurgiões-dentistas ganham autorização para solicitar exames complementares
José Avelar Alécio
ENSINO PÚBLICO DE ALAGOAS x ENEM
José de Melo Carvalho
AFONSO ALECIO GOMES, UM BANCÁRIO EXEMPLAR
José Malta Neto
ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA
José Vaneir Soares Vieira
VIII - A TERRA E O CÉU FUGIRAM DE DEUS - i
Luciene Amaral da Silva
O DESAFIO DE UMA VIDA SAUDÁVEL
Manoel Augusto
Jogos de azar !!!???
Maria Lúcia Nobre dos Santos
RIO BALDO
Marta Alves Lemos
Três amores
Paiva Netto
Web, educação e poder
Pe. José Neto de França
EU, LIVRE A FAZER-ME
Pedro Cardoso Costa
REFORMA DA PREVIDÊNCIA: QUAL EMPREITEIRA ESTÁ BANCANDO?
Rogivaldo Chagas
A NATUREZA DAS ESCOLHAS
Sibele Arroxellas
E dois anos se passaram...

Últimas Atualizações
O PAVÃO IMPONENTE
ENSINANDO E APRENDENDO
Web, educação e poder
 
© 2001/2017 - Portal Maltanet - Todos os direitos reservados